Skip to main content
LEWIS

Por

LEWIS

Publicado em

June 22, 2018

Tags

media pitching, Relações Públicas

Os nossos consultores de Relações Públicas em todo mundo confirmam: estabelecer um bom relacionamento com os meios é a chave para o sucesso.


Sim, é verdade, a melhor forma de ter sucesso, num pitch, junto dos meios é manter com eles um relacionamento mais próximo. Esta é a realidade que vemos nos consultores de Relações Públicas LEWIS em todo mundo, mas é, de facto, o que fazemos com os nossos amigos para fazer perdurar as relações.

Mas, atenção! O que passa muitas vezes despercebido é o desenvolvimento do pitch. Copiar e colar uma parte de um comunicado de imprensa ou enviar a mesma nota para uma lista inteira de meios é fácil! Mas isto não lhe vai dar grandes resultados.

Para se ser bem-sucedido na relação com os meios, é fundamental adaptar o pitch àquele meio específico com quem queremos trabalhar. É importante conseguir mostrar ao jornalista que conhece bem as suas publicações e trabalhos realizados, e consequentemente adequar o pitch a tudo isso. Enviar um pitch desajustado não irá produzir conteúdos e pode comprometer a sua relação com o jornalista.

Isto não é uma regra específica para um determinado país, é internacional. Posso falar por experiência própria que estas regras dos comunicados de imprensa são consistentes em várias regiões (mas claro que existem muitas outras diferenças).

Assim sendo, partilhamos alguns conselhos para obter bons resultados junto dos meios mais importantes para si.

apresentacao pitch

Meios de Negócio

Estes são os meios mais complicados de alcançar, pois abrangem notícias urgentes e as notícias de última hora do dia. Aqui estão três dicas que deve seguir:

1. Torne o conteúdo digno de uma notícia.

Se uma notícia tem de ser totalmente atual, para meios tão relevantes como o Wall Street Journal ou o Bloomberg Businessweek, é essencial conseguir apresentar aos jornalistas notícias relevantes ou uma história exclusiva que ainda não tenha sido publicada por nenhum meio. Por exemplo, a divulgação de algum produto ou serviço ou uma história específica da região, como uma expansão ou aquisição. Mesmo uma reportagem que esteja relacionada com notícias de última hora, mas que proporcione uma perspetiva diferente, é um bom conteúdo para um pitch.

2. Inclua dados.

Não é segredo nenhum que os meios empresariais constituídos por um público-alvo maioritariamente de executivos experientes querem números, muitos números. Portanto, para que seja bem-sucedido, forneça os números referentes à situação financeira da empresa, números de crescimentos e dados que apoiem os seus argumentos.

3. O tom importa.

Para se definir a si e ao seu cliente como fonte de confiança, é importante escrever formalmente, proporcionar pontos de discussão específicos e relacionar a sua nota a algo escrito anteriormente pelo jornalista. Se puder provar que conhece o seu trabalho e o seu ritmo, destaca-se das centenas de propostas de conteúdos que o jornalista recebe por dia.

Publicações especializadas

Para os especialistas de áreas específicas, siga estas três dicas:

1. Quanto mais específico, melhor.

É fundamental lembrar-se que estes jornalistas são especialistas em áreas específicas, portanto fazer um pitch muito genérico não vai funcionar. Como jornalistas especializados eles já cobriram o leque da sua indústria, por isso deve apresentar-lhes algo novo ou propor desenvolver um novo tópico aprofundadamente.

2. Apresente o cliente/utilizador!

Proporcionar exemplos dos utilizadores é o elemento chave para qualquer pitch junto dos meios, principalmente para jornalistas especializados que cobrem temas específicos como soluções, benefícios e casos de sucesso – fornecer exemplos de clientes é a componente necessária para reforçar a sua história e apoiar os argumentos em questão.

3.Pesquise.

Nem todas as novidades são relevantes ou importantes para as notícias. De facto, na maioria não são. Como Relações Públicas, faz parte do trabalho transformar notícias irrelevantes em conteúdo interessante e pertinente ao descobrir novos dados de terceiros que acrescentam valor aos seus, como um relatório analítico que apoie os seus argumentos.​

Bloggers

Para os bloggers, coloque a sua criatividade no máximo! Não são necessários pitches formais neste caso (mais nas publicações de Mashable), no entanto, não deixa de ser importante que adapte a sua proposta a cada blogger específico, pois cada um tem o seu estilo. Aqui pode perceber como fazer:

1. Simplifique!

Apresentar a proposta a um blogger permite-lhe relaxar um pouco e apresentar o seu conteúdo de modo informal. As mensagens chave do seu conteúdo devem manter-se iguais independentemente do tipo de meio que está a tentar alcançar, no entanto, o modo como o apresenta pode ser divertido e arriscado (dependendo do tipo de blogue, claro).

2. Adicione um elemento extra.

Os bloggers estão muito mais aptos para adicionar um elemento visual ou interativo aos seus conteúdos. Fale com qualquer um dos seus bloggers favoritos e irá ver mais fotografias e infografias do que iria ver com um meio de comunicação tradicional. Se a preferência deles são as fotografias, adicione algumas ou melhor, desenvolva um pitch em formato de fotografia ou gráfico!

3. Seja o mestre do SEO.

Como o SEO é a força vital de qualquer blog bem-sucedido, ajude o bloguer fazendo hiperligações do eu pitch a sites credíveis ou, sugerindo categorias ou tags para a publicação. Deste modo, os bloggers terão menos uma coisa para pensar, e estará a ajudá-los por si só a reforçar as visitas ao site. Quem não iria querer isso?

No fim de contas, lembre-se: não importa em que região está, os jornalistas não querem receber vários e-mails com o mesmo pitch que vai ser partilhado com toda a sua lista de meios. Se quer ser bem-sucedido nos seus esforços com os meios de comunicação, é fundamental que se dedique cada vez mais e adapte as suas propostas ao seu público-alvo. Afinal, não iria querer que associassem as Relações Públicas a uma só pessoa, certo?

Contacte-nos