Skip to main content
LEWIS

Por

Rui Ferreira Pinto

Publicado em

April 15, 2019

Tags

Comunicação, Marketing, Publicidade

You know nothing HBO Portugal.


Três palavras conseguem resumir o sentimento dos subscritores da HBO Portugal: desilusão, fúria, desespero.

A noite de 15 de abril de 2019 preparava-se para ser memorável. Viveram-se muitos meses de espera pela nova e derradeira temporada de Game of Thrones e este era o dia em que “as estrelas tinham de estar alinhadas” e nada podia falhar. Conclusão? A Lei de Murphy fez das suas.

Os subscritores do canal esperaram ansiosamente pelas 2h00 e, para surpresa de todos, o fluxo de espectadores fez com que o serviço estivesse indisponível por mais de uma hora. Onde está a transmissão? Porque é que nada funciona? E a App? Nada. Talvez o site? Nada.

 

 

O desespero fez-se sentir e ganhou eco nas redes sociais – nomeadamente no Twitter e Instagram – o que levou o canal a colocar um pedido de desculpas nas suas redes sociais, cerca de 20min após o suposto início da emissão:

“O episódio está a chegar. O exército dos mortos apareceu sem avisar e temos as várias Casas a trabalhar para os derrotar. Estamos a fazer de tudo para derrotar o inimigo e disponibilizar o episódio o mais rápido possível. Pedimos desculpa pela situação e agradecemos a vossa paciência”

A reação não foi a esperada e os comentários a colocar em causa a (fraca) sensibilidade por parte dos gestores de redes do canal foram imediatos.

 


A Vodafone promoveu a entrada da HBO Portugal com pompa e circunstância, tendo feito uma estratégia de comunicação agressiva em vários meios e disponibilizando uma promoção de 1 mês gratuito para novas adesões. É certo que a HBO Portugal não se focou inteiramente na série Game of Thrones, disponibilizando títulos como O Sexo e a Cidade, Os Sopranos ou The Wire, no entanto não há como negar que a 8a temporada da série era o seu “Ás de espadas”.

Para piorar a situação, muitos subscritores pensaram que a transmissão iria ser feita pela Vodafone em simultâneo com emissão nos EUA. Após muitas questões e confusão instalada, a página da HBO Portugal no Instagram esclarecia os subscritores:

resposta hbo portugal

 

Jogada de marketing ou só má comunicação? Em 2019 dificilmente o pêndulo penderá para a segunda hipótese. Toda a promoção da Vodafone/HBO Portugal, foi feita nesse sentido e – quiça – com a intenção de retirar audiências ao canal SYFY. Não se pode negar que a HBO teve uma entrada de sucesso em Portugal, mas com os méritos desta noite a irem totalmente para a concorrência direta – às 2h00 o canal SYFY transmitiu o episódio na integra, com boa qualidade e legendado – o esforço agora terá de passar por recuperar a confiança do público.

Contacte-nos