lewis prisma

Por

LEWIS

Publicado em

Julho 11, 2018

Tags

Digital, SEO

Se pensava que a marcação de dados estruturados apenas se aplica a motores de busca, pense de novo.


Otimizações técnicas, que pensávamos serem exclusivas a SEO, estão a difundir-se através de dispositivos e aplicações, quer queiramos quer não. Começámos a ver metadados, tags do Open Graph, e outra marcação de dados estruturados a serem usados em aplicações fora dos motores de busca através de aquisição e por recurso a rich snippets com as partilhas de URL.

Algumas linguagens de mark-up como Open Graph, Twitter Card, e a já bastante conhecida schema.org tiveram grande sucesso na melhoria da visibilidade nas SERPS e em plataformas sociais específicas, ao colocar determinadas propriedades de dados diretamente nas plataformas. Mas, as interações reais tornaram-se escassas nos dias de hoje devido ao grande volume de ruído emitido por pseudo-celebridades e pelos denominados “influenciadores”, como as Kardashians ou páginas de Memes com mais de 5000 seguidores. Os feeds de notícias das redes sociais tornaram-se demasiado ofuscados com as várias publicações repetidas, é praticamente impossível determinar quais são as recomendações originais e quais são as patrocinadas (pagas). Qual é a verdadeira sugestão de passar a palavra?

Para aqueles que vivem as suas vidas dentro ou fora das redes sociais, as ligações às marcas feitas com base nas recomendações da vida real e de conversas pessoais continuam a ser as mais significativas. Seria insensato ignorar o facto de que estas interações auxiliam no aumento da notoriedade da marca, cumprindo parte do percurso do consumidor, e até mesmo de conversas diretas. Quando uma marca consegue entrar numa conversa real, essa marca acabou de alcançar uma das formas mais poderosas de marketing disponível. As sábias palavras do Antigo Testamento de Marketing irão ser sempre verdadeiras: os consumidores leais são os seus melhores promotores, e não há nada mais poderoso do que referências na ação de passar a palavra.

Então, como é que podemos potenciar elementos técnicos de SEO para introduzir a nossa marca em conversações significativas de passar a palavra? Garanta que elementos técnicos como dados estruturados e etiquetas Open Graph são criados na sua plataforma antes de amplificar o seu conteúdo. Independente do objetivo da sua estratégia de marketing ser pesquisa, display ou social, certifique-se que inclui visibilidade técnica, porque o conteúdo não pode ser viral se não for visível! O próximo passo é otimizar o conteúdo em torno de mensagens orientadas e convincentes. Amplifique a voz da sua marca em diversos dispositivos e plataformas, certifique-se de que é bem representada. O último passo é garantir que a entrega da mensagem se aplique a todas as tags apropriadas, deixar o Open Graph vazio ou não identificar meta tags não irá ajudar a ampliar até mesmo os melhores produtos ou os artigos mais interessantes.

Ainda não acredita em mim? Veja só estes screenshots – são exemplos de Androids, iPhones, apps de mensagens, e chats IM sempre que é partilhado um link URL.

No mínimo, metadados e tags open graph estão a completar a informação nas nossas mensagens quando é partilhado um link. Estes dados otimizados estão a criar rich snippets diretamente nas nossas mensagens, estimulando toda uma autoestrada de tráfego qualificado.

Em última análise, se o seu plano de marketing se baseia estritamente em interações sociais ou na partilha de técnicas de passar a palavra, e não está a considerar estas técnicas de otimização, está a perder uma GRANDE oportunidade. Faça um favor a si mesmo e amplifique a visibilidade do seu motor de busca, a presença social orgânica e a eficácia da ação de passar a palavra.

Portanto, as escrituras do Antigo Testamento do Marketing vão continuar a ser verdadeiras: a técnica de marketing do “passa a palavra” está entre as mais poderosas. Agora que a mais recente tecnologia está integrada nos dispositivos e apps, seria insensato ignorar estas novas formas de incorporar o marketing antigo.

Contacte-nos